Descubra como podemos fazer sua empresa crescer na Internet.

12 ações para recuperar as perdas do e-commerce na Copa 2014

Como recuperar as perdas no e-commerce na Copa2014
 
Estima-se que a Copa do Mundo no Brasil tenha movimentado R$ 500 milhões, beneficiando cerca de 43 mil micro e pequenas empresas (MPEs). Infelizmente, esses números parecem se restringir apenas aos negócios diretamente relacionados ao evento. Segundo estudo realizado por empresas especializadas, no período da Copa 204 o e-commerce brasileiro em geral apresentou queda de 19,3% do faturamento comparado aos 30 dias antecedentes. Notícia nada animadora em um ano eleitoral, que também costuma influenciar negativamente as vendas por causa das incertezas sobre o futuro governo e sua política econômica.
 
Mas, assim como o desempenho da nossa seleção, o momento de lamentar já passou. Agora é hora de correr ao longo do segundo semestre para se recuperar das perdas da Copa 2014.
Para ajuda-lo nessa tarefa, nossa equipe de consultores de marketing digital elaborou 12 ações essenciais com o objetivo de aumentar a ativação, conversão e fidelização de clientes, racionalizando os investimentos. São elas:

 

  1. Parceria com fornecedores – Muitos fabricantes também devem estar passando por baixa nas vendas, então elaborar promoções diferenciadas em conjunto é uma medida que beneficia a todos, sobretudo o cliente final. Estas podem ser definidas de acordo com o momento da compra: preços mais competitivos para os produtos geradores de tráfego da loja, descontos para primeira compra e recompra, frete grátis, desconto para aquisição do segundo item, etc.
  2. Renove – Atualize os banners do site com as promoções, novidades e lançamentos. Isso renova a cara do site e estimula visitas e tempo de navegação. Torne essa prática uma rotina, estabelecendo um cronograma periódico aproveitando datas comemorativas e sazonais.
  3. Revise – Repasse todo o conteúdo da loja (textos, imagens, vídeos, fotos) e avalie se não é necessária uma atualização. Não se restrinja somente a copiar e colar os textos de descrições de produtos dos fabricantes, procure uma abordagem para chamar a atenção e impulsionar a compra. Quem faz isso muito bem e serve de referência é a americana Zappos.com.
  4. Teste – É fácil encontrar os produtos e comprar na sua loja? Já fez a comparação com os concorrentes ou até mesmo lojas de outros segmentos? A experiência do usuário (user experience) é um fator cada vez mais decisivo para a conversão e o sucesso de uma operação de e-commerce. Faça testes A/B para avaliar o desempenho de layout das páginas, tamanho de textos, fotos, botões, etc. e aprimorar a usabilidade do site.
  5. Destaque as opiniões – As recomendações dos consumidores vendem tanto quanto a melhor propaganda, por isso estimule e destaque na loja a opinião e avaliação dos seus clientes.
  6. Eduque o oriente – Criar e manter um blog integrado ao site atende ao consumidor que procura mais informações ou orientações sobre o produto antes de decidir sobre a compra. Também aumenta as referências sobre a loja na internet, principalmente no Google.
  7. Divulgue – Facebook, Twitter, Instagram, faça uso de todos os seus canais com os clientes para divulgar suas novidades e promoções.
  8. Otimização (SEO) – Nove em cada dez internautas no Brasil usa o Google para pesquisar informações, encontrar produtos e decidir suas compras, por isso ter o site bem posicionado nas buscas é praticamente obrigatório para qualquer e-commerce. Além disso, é a ação de marketing digital que apresenta uma das melhores relações custo-benefício.
  9. Reative clientes – Promoções personalizadas ou cupons de desconto via e-mail marketing são fundamentais para a reativação dos clientes que compraram somente uma vez ou reduziram sua frequência. É um investimento que vale a pena, pois são pessoas que já o conhecem e muitas vezes precisam apenas de um novo estímulo para voltar à loja.
  10. Recupere carrinhos abandonados – De acordo com pesquisa realizada pelo PagSeguro, de cada dois consumidores que enchem o carrinho ou cesta, somente um efetiva a compra. Analise o índice de carrinhos abandonados da sua loja e faça uso dos recursos que existem para recuperá-los como campanhas de remarketing do Google e descontos via e-mail marketing. Dependendo do valor da compra vale inclusive um contato pessoal para conhecer o motivo da desistência.
  11. Monitore – Todas as ações citadas acima fazem parte do processo de compra que culmina na conversão. Quanto mais você entender como esse processo funciona, maiores as chances de aumentar as conversões. Por isso é importante estabelecer indicadores para avaliar, corrigir e aprimorar todas as etapas.
  12. Tenha um planejamento – Dizem que na crise surgem as oportunidades, então aproveite o momento para estabelecer um planejamento para organizar e estruturar todas essas ações de marketing digital e aumentar os seus resultados. Como ponto de partida recomendamos a metodologia 8Ps, desenvolvida com base na experiência e realidade do mercado brasileiro.

 

Quer ajuda para avaliar sua loja? Faça um diagnóstico gratuito de e-commerce. Nossa equipe de consultores especializados fará uma análise envolvendo 40 quesitos nas áreas de: arquitetura da informação, benefícios, conteúdo, diferenciais, SEO, promoção e marketing, segurança e meios de pagamento.  

Sobre o Autor: Silvio Tanabe

Sócio da Clínica Marketing Digital, agência especializada em auxiliar empresas a expandir seus negócios através da internet.
http://www.clinicamarketing8ps.com.br